04/08/2019 às 19h13min - Atualizada em 04/08/2019 às 19h13min

Santos goleia Goiás e continua líder do Brasileirão

No final do jogo Claudinei Oliveira foi demitido do Goiás

Ricardo Strauss

Com gols de Sánchez, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique, Sasha e Soteldo (2), o time santista jogou de forma semelhante ao Palmeiras, dos tempos da Academia, nos anos 60, que também era regido por um argentino: Filpo Nuñez.

 

Se quando joga fora de casa o Santos não deixa a ousadia de lado, em casa o time manteve o ímpeto ofensivo para arrasar o adversário. Assim, chegou a 32 pontos, cinco a mais do que o Palmeiras, que joga neste domingo contra o Corinthians.

 

Tocava a bola com facilidade e inteligência desde a defesa. Pituca e Carlos Sánchez faziam um papel perfeito de ligação, dando dinamismo à equipe. E no ataque, Sasha, Derlis González e Soteldo, se movimentando, foram um permanente tormento para a defesa adversária.

 

Toque de bola e marcação

 

O Goiás, por outro lado, não se encontrou em nenhum momento da partida. Atônitos, seus jogadores não sabiam como conter a volúpia do adversário. É a segunda goleada sofrida pelo time goiano desde a parada da Copa América. A outra foi para o Flamengo, também por 6 a 1, no Maracanã.

 

Já no primeiro tempo, o Santos se impôs, fazendo 3 a 0. Com tamanha desvantagem, o técnico Claudinei Oliveira (ex-Santos, entre outros) se viu com poucas opções de mudanças para a etapa final.

 

Desta maneira, a cada tentativa do Goiás, o time se abria e dava espaços para o contra-ataque. Foi assim, por exemplo, que o time da casa fez o sexto, após Marinho arrancar e tocar para Soteldo, um dos destaques do jogo. No final, Kayke descontou, marcando o chamado "gol de honra".

 

Na próxima rodada, o Santos joga contra o São Paulo, no sábado (10), às 17h no Morumbi. E o Goiás tem outra tarefa difícil: enfrentar o Corinthians, no Itaquerão, na próxima quarta-feira (7), em jogo que foi remarcado de rodada anterior.

 

Ficha técnica

 

Santos 6 x 1 Goiás

 

Local: Vila Belmiro, Santos (SP)

 

Data e horário: 4 de agosto, às 11h

 

Árbitro: Rafael Traci (SC)

 

Assistentes: Kléber Lúcio Gil (SC) e Johnny Barros de Oliveira (SC)

 

VAR: Rodrigo D'alonso Ferreira (SC)

 

Cartão amarelo: Kevin, Yago, Marlone, Jorge, Uribe, Soteldo e Kayke

 

Gols: Sánchez, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique, Sasha, Soteldo (2) e Kayke

 

Santos: Éverson; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Gustavo Henrique e Jorge; Diego Pituca, Carlos Sánchez, Felipe Jonatan (Evandro) e Soteldo; Derlis González (Marinho) e Eduardo Sasha (Uribe). Técnico: Jorge Desio.

 

Goiás: Tadeu; Kevin (Yago Rocha), Yago, Rafael Vaz e Jefferson; Geovane, Léo Sena, Marlone (Giovanni Augusto); Leandro Barcia, Kayke e Michael (Marcinho). Técnico: Claudinei Oliveira


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://87news.com.br/.

Audiência Pública para discutir o binário de Cocal do Sul: você é a favor ou contra?

57.4%
42.6%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp