28/07/2019 às 18h53min - Atualizada em 28/07/2019 às 18h53min

Polícia prende quatro suspeitos

Um seria funcionário do terminal

Ricardo Strauss

Peterson Patrício, de 33 anos, que disse à polícia ter sido mantido refém pela quadrilha; e um ajudante de Patrício que teria convidado o chefe para fazer parte do assalto. O nome deste segundo suspeito não foi divulgado.

 

À polícia, Patrício disse, inicialmente, que os criminosos o sequestraram no dia anterior ao assalto e que mantiveram também sua família refém. Segundo o suspeito, foi assim que a quadrilha teve acesso a informações privilegiadas sobre a rotina no terminal de cargas.


 

Segundo policiais responsáveis pela investigação, Patrício confessou que foi cooptado pelos assaltantes.

 

A polícia já investigava a participação de alguém "de dentro" do aeroporto. “A dinâmica do fato nos leva fortemente a crer que existe pessoas que conheciam a rotina de uma área restrita de um aeroporto internacional, de um terminal de cargas de um aeroporto internacional”, disse o delegado João Carlos Miguel Hueb antes da prisão.

 

O ouro roubado é avaliado em cerca de R$ 110 milhões. Câmeras de segurança registraram a ação dentro do terminal.

 

Em nota, a GRU Airport, concessionária responsável pelo aeroporto, disse que "todas as informações referentes ao episódio ocorrido no último dia 25, no Terminal de Cargas do Aeroporto, estão sendo repassadas à Polícia Civil, que está liderando as investigações".

 

A companhia acrescenta que "cumpre todas as normas internacionais e práticas de segurança pertinentes à segurança aeroportuária".

 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você acredita que o eleitor está mais consciente para votar nestas eleições?

24.6%
73.8%
1.5%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp