16/07/2019 às 00h23min - Atualizada em 16/07/2019 às 00h23min

Homem que matou companheiro de cela é preso.

Ele foi asfixiado até a morte

Ricardo Strauss

A Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Criciúma prendeu um homem, indiciado por matar seu companheiro de cela, Rodrigo Padilha, de 28 anos, no Presídio Regional de Criciúma. O crime aconteceu em maio de 2018.

 

Durante as investigações, comandadas pelo delegado André Milanese, o homem, à época com 22 anos, confessou que matou Padilha, que foi asfixiado até a morte, pois a vítima havia se insinuado sexualmente para ele. Na cela ainda havia outros oitos reclusos que foram indiciados por serem suspeitos de terem auxiliado no crime, o que ainda segue sendo investigado, dependendo de exames de DNA ainda não concluídos.

 

O autor confesso foi indiciado pelo crime de homicídio qualificado por motivo fútil e cruel, sendo solicitada sua prisão preventiva. Mas, ao longo das diligências, ele foi liberado do presídio por ser beneficiado com regime aberto de uma condenações pelos crimes de incêndio e organização criminosa, referente ao incêndio a um ônibus durante a onda de atentados em 2014.

 

No dia 22 de maio deste ano, ele acabou sendo novamente preso em flagrante por praticar um furto, sendo então deferido o mandado de prisão preventiva pelo  homicídio do presidiário, dando-se cumprimento ao mandado no presídio.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você acredita que o eleitor está mais consciente para votar nestas eleições?

24.2%
74.2%
1.5%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp