12/07/2019 às 09h19min - Atualizada em 12/07/2019 às 09h19min

Operação do GAECO desarticula grupo que sonegava impostos estaduais

A operação "Triângulo das Bebidas" cumpriu 10 mandados de prisão e 27 buscas e apreensões na grande Florianópolis, em Brasília e quatro cidades de Goiás. Estima-se que foram sonegados pelo menos R$ 70 milhões, entre impostos, multa e juros.

- 87 News
TJSC

Os integrantes do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) de Santa Catarina, com apoio do Instituto Geral de Perícias (IGP) e dos GAECOs do Distrito Federal e Goiás, deflagrou na manhã desta quinta-feira (11/7) a operação "Triângulo das Bebidas". A operação visa desarticular um grupo criminoso que se especializou no comércio de bebidas quentes sem o recolhimento dos tributos estaduais.

Foram cumpridos 10 dos 11 mandados de prisão temporária expedidos e 27 buscas e apreensões na grande Florianópolis, em Brasília e quatro cidades de Goiás. Estima-se que foram sonegados pelo menos R$ 70.000.000,00 (setenta milhões de reais), entre impostos, multa e juros.

Em entrevista coletiva na sede do MPSC, em Florianópolis, a força-tarefa detalhou a operação. Participaram da entrevista o Subprocurador-Geral de Justiça para Assuntos Jurídicos e Coordenador-Geral do GAECO/SC, Procurador de Justiça Fábio de Souza Trajano; o Coordenador Estadual do GAECO, Promotor de Justiça Alexandre Reynaldo Graziotin; o Diretor de Administração Tributária da Secretaria Estadual da Fazenda, Rogério Mello Macedo da Silva; a Procuradora-Chefe da Procuradoria Fiscal da Procuradoria-Geral do Estado, Elenise Magnus Hendler; representante do IGP, Natália Pedral; chefe da Polícia  Rodoviária Federal, André Nascimento; Delegado do GAECO da Capital, Clóvis de Oliveira; e o Major Vinícios de Sá, do GAECO da Capital.

Durante as investigações, que já correm há mais de 12 meses, apurou-se que os envolvidos usaram de vários artifícios para não pagar imposto, além de ocultar patrimônio e se esquivar das ações judiciais, por meio do uso de empresas de fachada, e de "laranjas", esses como administradores.

Você acredita que o eleitor está mais consciente para votar nestas eleições?

24.2%
74.2%
1.5%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp