20/06/2019 às 18h52min - Atualizada em 20/06/2019 às 18h52min

Policiais Federais e Civis podem parar na próxima semana e estudam rompimento com o Governo de Bolsonaro

Insatisfação gerada pela proposta de Reforma da Previdência

- 87 News

A próxima semana poderá ser marcada pela paralisção das polícias Federal, Polícia Federal Rodoviária e Polícia Civil em protesto à reforma da previdência.

Entidades representantes destas classe se reuniram na última terça (18), para alinhar a data da paralização e iniciar a mobilização nacional que está programada para o início de setembro.

Bolsonaro corre o risco de perder o apoio das classes que deram sustentação a sua eleição. Policiais estão divulgando em redes sociais charges com conotação de sentimento de traição, destacando o apoio dado à Bolsonaro e agora estão sendo enganados por ele.

Segundo os representantes da Policia Federal e Civil, Bolsonaro quebrou o acordo firmado com as classes de conceder isonomia com os militares, que estão ganhando tratamento distinto do governo dentro da reforma da Previdência.

Os pontos mais criticados são a integralidade, a paridade e a pensão em caso de morte dos policiais em serviço. 

Os militares, segundo a reforma, terão o direito de se aposentar com o mesmo valor do último salário recebido, após aposentados terão direito de receber reposição salarial concedida aos militares na ativa e em caso de morte, suas esposas terão direito a pensão integral, enquanto as classes de policiais federais e civis não terão esses direitos.



 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://87news.com.br/.

Você acredita que o eleitor está mais consciente para votar nestas eleições?

24.2%
74.2%
1.5%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp