11/07/2019 às 23h18min - Atualizada em 11/07/2019 às 23h18min

Barragem rompe na Bahia

Defesa civil acionada

Ricardo Strauss

Uma barragem se rompeu próximo à cidade de Pedro Alexandre, há 435 quilômetros de Salvador (BA), na manhã desta quinta-feira (11). Segundo as autoridades, fortes chuvas que atingem a região podem ter causado o colapso da estrutura.

 

De acordo com a Defesa Civil, o incidente ocorreu por volta das 11 horas no povoado de Quati e ainda não há informações sobre feridos. A lama invadiu estradas e prejudicou o atendimento médico à população. Até o momento a empresa dona da barragem não foi identificada.

 

A rodovia faz a ligação entre a Bahia e Sergipe. Segundo testemunhas, casas de um povoado foram cobertas pelos rejeitos.

 

As autoridades enviaram um alerta para a cidade de Coronel João de Sá. Segundo a Defesa Civil, ela está no caminho do mar de lama. "Pedimos que as pessoas procurem ajuda. Já fiquei sabendo que a prefeitura está fazendo o trabalho de retirada dos moradores. Muitos já foram para abrigo", disse Carla Leão, coordenador do órgão em Pedro Alexandre.

 

Prefeito de Coronel João de Sá, Carlinhos Sobral usou suas redes sociais para fazer um alerta à população. "Pessoal, a barragem do Quati estourou. É uma situação atípica. Nunca aconteceu isso com essa barragem. Nós não sabemos as consequências. Eu peço encarecidamente que todas a as pessoas que moram em área de risco que saiam das suas casas, que peguem seus documentos pessoais, peguem seus objetos de valores, o que puderem levar", disse.

 

"A gente não sabe as consequências, nunca passamos por ela. É melhor prevenir. Estou monitorando. Todas as escolas já estão disponíveis para receber as pessoas", completou o prefeito.

 

De acordo com o superintendente da Defesa Civil da Bahia, Paulo Luz, de ontem para hoje a região foi afetada por chuva de mais de 100 mililitros. “Isso causou rompimentos de pequenas barragens que acabaram por afetar a Barragem do Quati”, explicou o superintende à Agência Brasil.

 

Segundo Paulo Luz, o volume de água provocou rachaduras no sangradouro e em uma extremidade da ombreira. “A preocupação é que não venha provocar rompimento total da barragem”. A defesa civil já iniciou a retirada de famílias das áreas mais próximas da barragem.

 

“Uma rua inteira está sendo evacuada, provavelmente será atingida, pois praticamente será o percurso da água”, confirmou nota da Guarnição da unidade do 15° Batalhão do Corpo de Bombeiros de Paulo Afonso. 


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você acredita que o eleitor está mais consciente para votar nestas eleições?

24.2%
74.2%
1.5%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp