06/09/2019 às 10h04min - Atualizada em 06/09/2019 às 10h04min

projeto de Robótica Educacional é lançado em Cocal do Sul

- 87 News
 

Pensar no amanhã e proporcionar educação diferenciada com qualidade às crianças e adolescentes é uma prática que o Governo Municipal de Cocal do Sul oportuniza a cada ano. Neste ano, uma novidade chegou para somar junto às atividades extracurriculares. O lançamento do projeto de Robótica Educacional foi lançado ontem, quinta-feira (05).

A cerimônia realizada na Escola Demétrio Bettiol contou com a presença do secretário de Estado da Educação, Natalino Uggioni que foi recebido pelo prefeito Ademir Magagnin, vice-prefeita, Cirlene Gonçalves Scarpato, secretária de Educação, esporte e Cultura, Ana Paula Cechinel, diretoras, professores, alunos, vereadores Henrique Bittencour, Richardson Vieira e Agenor Pedroso, secretários municipais, pais e representantes de entidades.

O projeto vai ensinar os alunos a montar os seus próprios robôs, todos construídos por joguinhos de peças de lego, que através de um programa de computador responde comandos executados por meio de RLX, ou seja, um blocão lego movido por energia elétrica.

“Esse programa está inserido na educação tecnológica que visa preparar os estudantes para não serem apenas usuários de ferramentas tecnológicas, mas capazes de criar, solucionar problemas e usar os vários tipos de tecnologia no seu dia a dia. Além disso, os alunos trabalham em equipe construindo os robôs, construídos por kits contendo peças, motores e sensores lego, executados por meio de uma CPU, e estimulam o raciocínio lógico e aprendem matérias como matemática, informática, geografia, física e ciências”, afirmou o prefeito.

O secretário de Estado da Educação se dirigiu aos professores, autoridades e principalmente aos pais. “É preciso o envolvimento de toda a aldeia para educar uma criança. Não é papel só da escola. Educação começa em casa, com os valores e princípio e solidifica-se na escola. E as escolas deste município estão de parabéns. O investimento que aqui está materializado no projeto de Robótica e ampliação da Demétrio Bettiol demonstra na prática a prioridade deste Governo Municipal. Investir em educação é o melhor que podemos dar aos estudantes e à sociedade. E oferecer não apenas o ensino regular, mas um atrativo. Quando a gente fala de robótica, estamos falando desse mundo 4.0. E é para esse mundo do empreendedorismo e tecnológico que nós precisamos preparar nossos alunos para que tenham mentes criativas para dar as respostas a nossa sociedade. Espero que os alunos façam bom uso desta oportunidade que irá trazer muitos diferenciais e parabéns ao Governo Municipal por esta louvável iniciativa”, destacou Natalino Uggioni.

A vice-prefeita, Cirlene Gonçalves Scarpato lembrou que há 39 anos iniciou a sua carreira de professora na escola Demétrio Bettiol. “Eram apenas duas salas de aula. E hoje está é a quinta ampliação que a escola está passando. É um orgulho para mim poder fazer parte de todas essas etapas de evolução. E mais que isso, poder trabalhar para oferecer e melhorar cada vez mais a nossa educação por meio de projetos que fazem a diferença, como este de Robótica onde os nossos alunos terão grandes descobertas e conhecimento”, afirmou.

Para a secretária de educação, esporte e cultura, Ana Paula T. Cechinel inaugurar a sala do projeto de Robótica é uma conquista. “Esse é um dia que toda escola Demétrio Bettiol comemora esse comprometimento e o olhar diferenciado pela educação”, frisou.

As aulas iniciaram no final do primeiro semestre. O projeto atende 100 alunos da rede municipal, do 6º ao 9º ano e acontece nas escolas Cristo Rei e Demétrio Bettiol.

“É muito legal porque ensina a programar e a montar. Eu sempre gostei de robô e ter acesso a sua programação é uma grande oportunidade. As aulas são interessantes e divertidas. Aprendi muito já”, afirmou o aluno Gabriel Alessio, 7º ano.

Já o estudante, Gabriel dos Santos Vieira tem o sonho de um dia trabalhar com robô. “Estou buscando programar e montar um robô e quero chegar longe com esse aprendizado e fazer dele o meu futuro. Quero me dedicar ao máximo”, declarou.

Para Isabela Vitório dos Santos Moura, 13 anos, o aprendizado é algo novo que pode ajudar no futuro. “Tudo é muito interessante e desafiador, pois as coisas não são tão simples. A gente precisa calcular e raciocinar. E tudo isso,, nos ajuda em sala de aula também”, observa.

As aulas acontecem uma vez por semana, com duração de aula de 1h45min, sendo necessário um computador para cada grupo de quatro alunos. As aulas são ministradas pelo professor Luciano Antunes.

“A estrutura conta com uma sala específica para a realização das aulas. Para construírem os protótipos de robôs eles utilizam um notebook e um kit de peças contendo motores e sensores. Dentre as competências que o aluno desenvolve com a robótica destaca-se: o pensamento computacional, lógica de programação, trabalho em equipe, capacidade de aplicar os conhecimentos da ciência a situações concretas”, relata.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://87news.com.br/.

Audiência Pública para discutir o binário de Cocal do Sul: você é a favor ou contra?

57.2%
42.8%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp