06/09/2019 às 08h31min - Atualizada em 06/09/2019 às 08h31min

Congresso reúne na Capital pesquisadores da Educação Especial a partir da próxima segunda

- 87 News
GOVERNO SC
Julio Cavalheiro / Arquivo / Secom
 

O Congresso Catarinense de Educação Especial ocorre em Florianópolis de 9 a 11 de setembro  e deve reunir cerca de 600 pesquisadores e profissionais de todo o Brasil atuantes na área da Educação Especial. O encontro é promovido pela Fundação Catarinense de Educação Especial (FCEE), em colaboração com a Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) e Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

O evento ocorre no Centro de Cultura e Eventos da UFSC com palestras ministradas por pesquisadores de renome nacional, apresentação de comunicações orais e pôsteres, além de mesas redondas e fóruns de discussão que contarão com a participação de representantes das principais instituições e associações atuantes na Educação Especial em Santa Catarina.

Entre os destaques da programação estão as palestras “Políticas públicas em educação especial”, apresentada pelo professor José Geraldo Silveira Bueno, da Faculdade de Educação da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), e “Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva”, apresentada pela professora Rosalba Maria Cardoso Garcia, do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Com o objetivo de ampliar e atualizar o conhecimento técnico-científico na área da Educação Especial, o Congresso reunirá pesquisadores e profissionais de universidades e instituições especializadas em educação especial, como Apaes, órgãos governamentais da área da Educação, escolas com serviços de atendimento educacional especializado, entidades de defesa dos direitos das pessoas com deficiência, Ministério Público, Ministério do Trabalho, entre outros.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://87news.com.br/.

Audiência Pública para discutir o binário de Cocal do Sul: você é a favor ou contra?

57.2%
42.8%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp