14/04/2021 às 22h29min - Atualizada em 15/04/2021 às 00h00min

Astranis levanta US$ 250 milhões de principais investidores em crescimento

Com o novo financiamento a Astranis irá escalonar para atender à demanda global por banda larga via satélite acessível

DINO


A Astranis, a empresa que desenvolve a próxima geração de satélites de telecomunicações, anunciou hoje uma rodada de financiamento Série C de US$ 250 milhões, avaliando a empresa em US$ 1,4 bilhão.

Este comunicado de imprensa inclui multimédia. Veja o comunicado completo aqui: https://www.businesswire.com/news/home/20210414005984/pt/

Astranis employee Will Harden with an Astranis satellite. (Photo: Business Wire)

Astranis employee Will Harden with an Astranis satellite. (Photo: Business Wire)

Astranis employee Will Harden with an Astranis satellite. (Photo: Business Wire)

O financiamento foi liderado por fundos gerenciados pela BlackRock, com significativa participação dos novos investidores Baillie Gifford, Fidelity Management & Research Company LLC, Koch Strategic Platforms, Monashee Investment Management, e Uncorrelated Ventures. Os investidores existentes Andreessen Horowitz, Venrock, Fifty Years, ACE Early Stage Partners, Harpoon Ventures, Indicator Fund, Industry Ventures, Jaan Tallinn, Jeff Dean, Jerry Yang’s AME Cloud, Jude Gomila, Refactor Capital, Rising Tide Fund, SOMA Capital, e outros também participaram da rodada.

A Astranis está solucionando um dos maiores desafios enfrentados pelo mundo moderno: reduzir o custo do acessoàinternet para colocar os próximos quatro bilhões de pessoas online.

O novo financiamento será utilizado para expandir significativamente a produção da exclusiva plataforma de microssatélites da Astranis, construída para atender a demanda global por banda larga econômica. Além disso, a Astranis irá acelerar drasticamente a pesquisa e desenvolvimento de nova tecnologia para suportar suas plataformas de próxima geração. Isso inclui a tecnologia de rádio definida por software proprietário da empresa, que aumenta o desempenho e flexibilidade, e permite manufatura em escala, reduzindo o preço estabelecido para consumidores finais.

Os satélites da Astranis podem ser lançados a baixo custo e ser construídos em meses, e não em anos. Isso contrasta com satélites tradicionais que requerem centenas de milhões de dólares em capital e cinco ou mais anos para colocar o novo recurso online. O pequeno tamanho dos satélites da Astranis — apenas 350 kg, ou cerca de 20 vezes menos que satélites tradicionais — e seu lançamento na órbita geoestacionária (geostationary orbit, GEO) permite que a Astranis comece a fornecer cobertura com um único satélite MicroGEO e oferecer recursos online rapidamente, focando feixes de conectividade banda larga exatamente onde é necessário.

“Estamos resolvendo um dos maiores problemas que o mundo enfrenta hoje”, afirmou o cofundador e diretor executivo da Astranis, John Gedmark. “Quatro bilhões de pessoas não possuem acesso confiávelàinternet banda larga. Levar a conectividade para aqueles que mais precisam, transforma vidas de uma maneira profunda. Ela permite que as pessoas assumam o controle de sua saúde, educação e situação econômica. Estamos falando de algo que agora é absolutamente parte da base da hierarquia das necessidades”. A Astranis possui projetos em andamento ao redor do mundo para lançar satélites e levar conectividade para as áreas mais carentes do mundo.

A BofA Securities, Inc. atuou como um agente de colocação exclusivo nesta transação.

Sobre a Astranis

A Astranis está construindo pequenos satélites de telecomunicações de baixo custo para conectar os quatro bilhões de pessoas que atualmente não possuem acessoàinternet. Cada espaçonave opera a partir da órbita geoestacionária (GEO) com um projeto de próxima geração de apenas 350 kg, utilizando uma carga útil de rádio definida por software proprietário. Esta exclusiva tecnologia de carga útil digital permite flexibilidade de frequência e cobertura, como também utilização máxima do valioso espectro. Por possuir e operar seus satélites e oferecê-los a clientes como uma solução pronta, a Astranis é capaz de fornecer banda larga como serviço e destravar mercados previamente inalcançáveis. Isso permite que a Astranis lance pequenos e dedicados satélites para pequenos e médios países, empresas Fortune 500, operadoras de satélites existentes, e outros clientes.

A Astranis lançou um primeiro satélite de teste em órbita em 2018 e agora está a caminho do seu primeiro programa comercial — um satélite para fornecer internet banda larga para o Alasca que irá mais que triplicar a largura de banda no estado. O satélite está passando pela montagem, integração e teste e está programado para ser lançado ainda este ano.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.


Contato:

Christian Keil, christian@astranis.com


Fonte: BUSINESS WIRE
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você é contra ou a favor da realização de uma Audiência Pública para avaliar e debater sobre o Binário em Cocal do Sul?

75.6%
24.4%
0%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp