20/01/2021 às 22h31min - Atualizada em 21/01/2021 às 00h20min

Pesquisa aponta que venda de carro pode crescer 15% em 2021

De acordo com a ANFAVEA, o mercado automobilístico pode começar sua recuperação em 2021. No total, são esperadas as vendas de 2,25 milhões de modelos ao longo do ano

DINO
https://www.comprecar.com.br/

Durante a sua primeira entrevista em 2021, o presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (ANFAVEA) divulgou uma série de números e dados sobre as projeções de venda de carros durante o ano.

Segundo Luiz Carlos Moraes, serão vendidos em torno de 2,25 milhões de carros em 2021. No total, veículos de passeio contam com a projeção de venda de 1,850 milhão de unidades, 14% a mais do que o ano anterior.

Enquanto isso, veículos comerciais leves têm previsão de vender 18% a mais do que em 2020, podendo superar a marca de 400 mil unidades. Durante todo o ano passado, foram vendidos 1,955 milhão de carros.

Ao calcular veículos pesados, a previsão é que sejam vendidos 2,367 milhões de unidades, um número que representa um crescimento de 15% em relação a 2020. Caminhões podem apresentar uma melhora de 13% nas vendas, assim como os ônibus. No entanto, ainda que essas sejam previsões animadoras, é importante notar que "a neblina continua no horizonte", segundo especialistas da associação.

O mercado automobilístico em 2020

Durante o ano de 2020, a venda de automóveis sofreu uma queda de -28,6%. Em categorias como ônibus, por exemplo, o déficit foi ainda maior, chegando aos -33,4%. Mas a queda nas vendas variou de acordo com a região do país. Estados como o Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo foram os destaques negativos do ano, acumulando quedas de -38%, -33% e -30%, respectivamente.

Ainda que os números não tenham sido animadores, o Brasil continuou ocupando o sexto lugar no ranking mundial automotivo, ficando atrás apenas da China, Estados Unidos, Japão, Alemanha e Índia. No quesito produção, as indústrias brasileiras ficaram em nono lugar no ranking geral.

Ainda de acordo com o presidente da ANFAVEA, certos problemas estruturais que acometeram a produção automobilística do Brasil em 2020 ainda podem representar um risco em 2021. Para o especialista, o fechamento de fábricas e a alta carga tributária são os pontos de atenção.

Venda de carro: mais previsões para 2021

De acordo com a ANFAVEA, a média diária prevista será menor que a registrada no mês de dezembro, que fechou em alta de 8,4% em relação ao mês anterior.

A instituição também teceu críticas aos governantes de São Paulo, que aumentaram o ICMS para carros usados e zero quilômetro a partir de abril. O estado é o maior mercado consumidor de automóveis no país.

Carros usados terão uma alíquota de 30,7%, aumentando a quantia do ICMS a ser paga durante processos de compra e venda. Moraes justifica a previsão conservadora lembrando que a pandemia ainda tem impacto sobre a economia e chama a atenção para a crise instaurada.

Quais são as vantagens de se comprar um carro usado ou seminovo?

Muitos daqueles interessados em trocar de veículo enxergam nos carros usados e seminovos uma oportunidade para fazer um negócio com bom custo-benefício.

Alguns clientes afirmam que o valor de compra de carros usados é mais atrativo, pois é possível realizar a compra de um modelo mais completo por um preço reduzido.

Além disso, segundo especialistas no assunto, as possibilidades de negociação na venda de carros usados e seminovos são maiores e oferecem economia em questões como documentação e impostos.

Atualmente, motoristas que desejam comparar preços de carros usados podem fazê-lo na Internet, por meio de sites de classificados, como o Comprecar, por exemplo.



Website: https://www.comprecar.com.br/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você acredita que o eleitor está mais consciente para votar nestas eleições?

26.8%
71.4%
1.8%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp