22/12/2020 às 16h35min - Atualizada em 23/12/2020 às 00h00min

Passar o ponto comercial é tarefa cada vez mais simples no Brasil, afirma especialista

Através de um smartphone, empresário consegue passar o ponto de vendas e ainda torna o processo mais ágil e fácil.

DINO
https://meubiz.com.br/
passar o ponto


Embora seja uma operação comum no Brasil, passar o ponto comercial ainda é encarado por empresários como um processo burocrático, cheio de desafios e complexo demais para acontecer. Com tantas dúvidas a respeito desse assunto, empreendedores deixam de fazer bons negócios e correm o risco de não conseguirem o ponto ideal para abrigar suas empresas.

Oficialmente não há uma pesquisa que indique a quantidade de empresas fechadas por causa da má localização do imóvel comercial. No entanto, especialistas e instituições referências em empreendedorismo como o Sebrae por exemplo, ressaltam que a escolha assertiva do ponto de venda influencia diretamente nos resultados financeiros do estabelecimento, sobretudo no comércio varejista.

A boa notícia é que, amparado nas novas tecnologias, passar o ponto comercial nos dias atuais se tornou mais simples do que muitos imaginam, abrindo um leque de oportunidades para empresários iniciantes ou mesmo para aqueles que já estão há bastante tempo no mercado.

Através de um smartphone com acesso à internet, a pessoa consegue encontrar pontos comerciais disponíveis e negociar toda a parte contratual com o atual locatário e o locador. Isso é possível graças ao alcance maior da rede e do surgimento de plataformas especializadas em anúncios de pontos comerciais, que aproximam os interessados, tanto na compra quanto na venda, e facilitam o contato entre eles.

Um exemplo é o site meuBiZ , cujo fundador é Felippe Ferreira, especializado em intermediação de compra e venda de empresas de pequeno e médio porte. Com quase dez anos de experiência no mercado, ele acredita que as transações envolvendo o repasse de pontos comerciais ficaram mais acessíveis não apenas pelo fato de a internet facilitar a conexão entre compradores e vendedores, mas também por proporcionar a eles um vasto conteúdo de informações sobre o assunto.

Para Felippe, a partir do momento em que as pessoas estão mais capacitadas para fechar um acordo de repasse do ponto comercial, a tendência é que o processo seja mais fácil e rápido. "Passar o ponto não é uma transação tão complexa, mas é preciso ter em mente quais são as consequências envolvidas. O processo será mais ágil se, antes de colocar o ponto comercial à venda, o empresário antecipar-se e colocar a casa em ordem, ou seja, organizar toda a documentação e as pendências da firma. Interessados na compra do ponto devem avaliar os pontos fortes e fracos, oportunidades e ameaças ao negócio para reduzir os riscos inerentes a toda operação comercial", destaca o especialista.

Entre as informações relevantes que todas as partes envolvidas numa transação comercial devem estar cientes, Ferreira chama atenção para pontos que envolvem o contrato como prazo, garantias, documentação e pendências e o valor real do imóvel. "A transação é mais segura quando embasada em informações concretas e avaliadas por um corretor de imóveis ou até mesmo um advogado especializado. Esses profissionais estão preparados para analisar todos os prismas do negócio, orientando o vendedor e o comprador", ressalta o fundador.

Com a expansão do acesso à internet e as ferramentas que a rede proporciona aos usuários, Felippe acredita que as operações envolvendo o repasse de pontos comerciais tendem a ser ainda mais ágeis e assertivas, beneficiando empreendedores em todo o país.



Website: https://meubiz.com.br/
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://87news.com.br/.

Audiência Pública para discutir o binário de Cocal do Sul: você é a favor ou contra?

57.4%
42.6%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp