11/12/2020 às 17h24min - Atualizada em 14/12/2020 às 00h00min

USP lança o primeiro curso de produtos cosméticos capilares do Brasil

USP lança o primeiro curso de produtos cosméticos para atender demandas tecnológicas e educacionais para suprir o mercado de beleza capilar brasileiro. Indicado para equipes de vendas, formuladores e educadores técnicos.

DINO
http://www.iq.usp.br/portaliqusp/?q=pt-br/bioquimica/curso-produtos-capilares
mulher cabelo loiro


Sabe-se que os brasileiros são pessoas extremamente vaidosas (homens e mulheres), que se preocupam profundamente com sua imagem. Observa-se essa particularidade cultural em números, como o resultado econômico através dos dados do relatório anual de 2019 da ABIHPEC (Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal e Cosméticos), dados que mostram que a cada R$ 1 milhão de investimento, o cosmético retorna R$ 3,85 milhões, enquanto a agropecuária retorna R$ 2,96 e a indústria em geral R$ 3,72 milhões. O Brasil é quarto país consumidor de cosméticos do mundo com 6,2% do mercado mundial, ficando atrás dos EUA (18,3%), China (12,7%) e Japão (7,7%). Nos anos em que a economia estava aquecida chegou à terceira posição. Vale ressaltar que o consumo per capita de cosméticos no Brasil é 3 vezes maior que o chinês.

A combinação do tamanho e da diversidade do mercado brasileiro gerou oportunidades para a indústria local crescer e desenvolver tecnologias para atender a demanda única que consumidores brasileiros geravam, fomentando o desenvolvimento de cosméticos capilares adequando-se à realidade brasileira. O mercado de beleza precisou aprender a fazer produtos para transformação e tratamento capilar. A farmacêutica e especialista em cabelo, Daniele Bornea diz: "devido ao fato de a mulher brasileira mudar a cor e a forma do cabelo e tomar muito sol quase o ano todo, seu cabelo frequentemente está sensibilizado e só produtos de tratamento profundo poderão recuperar esses cabelos danificados".

Pensando nisso, o IQ USP lança o curso Produtos Capilares, da concepção ao cliente final, que é um curso desenvolvido para toda a cadeia produtiva dos produtos cosméticos e, em função da pandemia, será quase que totalmente online, com exceção das aulas práticas em laboratório. O Chefe do Departamento de Bioquímica do IQ USP, Maurício Baptista, responsável pelo desenvolvimento desse curso comenta que é procurado por muitos profissionais de outros estados e que esse formato, além de se adequar à realidade gerada em função da Pandemia, permitirá que muitas pessoas que estão fora de São Paulo possam também fazer. Um grande diferencial é que esse curso, apesar de estar dentro do Instituto de Química na USP inova, pois existem módulos de Antropologia e Marketing, ou seja, é um curso pode ser feito pelas equipes de marketing, vendedores, formuladores e cabeleireiros técnicos de empresas cosméticas.

Devido ao amor dos brasileiros por seus cabelos, há um enorme volume do consumo de beleza, nas suas mais variadas formas. Segundo Maurício Baptista, as instituições de pesquisa e ensino têm a obrigação e o desafio de lançar empreendimentos para atender essa grande demanda por desenvolvimento de novos produtos e serviços capilares. Neste sentido, o IQ lança uma série de serviços que possam dar suporte tecnológico, de inovação e de aperfeiçoamento aos profissionais da área de beleza. O curso está na página do IQ USP e os interessados podem entrar em contato para saber mais sobre o curso, que se inicia em março de 2021 com aulas às segundas à noite.

Acesso: www.iq.usp.br/portaliqusp/?q=pt-br/bioquimica/curso-produtos-capilares



Website: http://www.iq.usp.br/portaliqusp/?q=pt-br/bioquimica/curso-produtos-capilares
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://87news.com.br/.

Audiência Pública para discutir o binário de Cocal do Sul: você é a favor ou contra?

57.4%
42.6%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp