29/07/2020 às 09h37min - Atualizada em 29/07/2020 às 09h37min

‘Reduzir o horário dos mercados é inadequado’, analisa Salvaro sobre novo decreto da Amrec

Prefeito de Criciúma afirmou que os municípios precisam estender os horários

Rafaela Custódio - 87 News
Engeplus
Thiago Hockmüller/Portal Engeplus

O prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, voltou a falar sobre o novo decreto da Associação dos Municípios da Região Carbonífera (Amrec) de restringir o horário de atendimento de supermercados, restaurantes, academias e outros serviços. O chefe do Poder Executivo da Capital do Carvão é contra a decisão dos outros 11 prefeitos da região. 

“Na última segunda-feira, todos os municípios prorrogaram os decretos e na terça-feira baixar um novo decreto? Vamos intoxicar a população de decretos. O que os municípios estão fazendo para a disseminação do coronavírus?”, questionou Salvaro em entrevista ao jornalista João Paulo Messer, da Rádio Eldorado. 

Salvaro afirmou que questionou durante a reunião de ontem os prefeitos da Amrec sobre a aplicação de multas nas cidades. “Quantos estabelecimentos foram fechados? Temos oito fechados em Criciúma, aplicamos multas. Vamos suspender alvarás de funcionamento. A exceção não pode virar regra. A questão do mercado, é uma loucura. As pessoas vão se aglomerar nos mercados, temos que ampliar os horários de atendimento. O ideal seria que fosse um de cada família no supermercado, mas o Poder Público tem perna para fiscalizar isso?”, disparou.  

O chefe do Poder Executivo ainda pediu a colaboração da sociedade. “É o senso de responsabilidade coletivo. Reduzir o horário dos mercados é inadequado. Tem que estender o horário de atendimento e não restringi-lo”, finalizou. 

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você concorda que prefeitos, vices, secretários e vereadores dos municípios da região reduzam os seus salários em 30% em decorrência do coronavírus e destinar esse valor para a área da saúde local?

78.8%
21.2%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp