09/07/2020 às 10h51min - Atualizada em 09/07/2020 às 10h51min

Por releituras de obras de artes, estudantes da rede de ensino de Cocal do Sul ensina sobre a pandemia

Estudantes da Escola de Ensino Fundamental Demétrio Bettiol produziram fotografias artísticas, a partir de obras de arte famosas, porém com o uso de máscaras.

Antonio Roseng - 87 News
Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Cocal do Sul
Como lidar com o tema COVID-19 de uma forma lúdica e leve? Essa foi a questão solicitada pela direção da Escola Demétrio Bettiol Marenir para a professora de artes Suelen Guessi Mendes. O trabalho iniciou durante o regime especial de atividades escolares não presenciais e teve como objetivo principal ressaltar os cuidados necessários para evitar a propagação do novo coronavírus. A professora propôs aos alunos do primeiro e do segundo ano do ensino fundamental a releitura de obras de artes que eles se identificassem, com o uso de um assessório que se tornou obrigatório nesses tempos de pandemia: a máscara.

Durante as aulas on-line, os estudantes conheceram as clássicas obras como a Monalisa, de Leonardo da Vinci; as obras de Van Gogh; O Grito, do norueguês Edvard Munch e posteriormente realizaram a atividade proposta, com o auxílio dos familiares. Segundo a professora os estudantes escolheram uma imagem de obra de arte para fazer a releitura, a qual deveriam ser fotografados e com o uso de máscara. “Fiquei surpresa com a empolgação de todos, os estudantes usaram maquiagem e roupas parecidas com a obra, cuidando de detalhes que fizeram toda a diferença”, descreveu a professora.

Miguel, seis anos, que é aluno do primeiro ano optou pela obra “O Grito”, segundo a mãe, depois da escolha, foram em busca de um lugar para fazer a foto. “Foi bem divertido, algo diferente dos outros trabalhos que já fizemos”, relatou Ketlyn Sorato, mãe do Miguel.

Além de obras de artes famosas, muitos optaram por fazer releitura de animações famosas, como Homem-Aranha e Ladybug. Já a filha de Marcia Fraga, que tem oito anos, escolheu “The Jester” (“O bobo da corte”) do artista holandês, Judith Leyster Dutch. “Minha filha gosta de violão, por isso escolhemos esta obra”, revelou.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual candidato você acredita que vencerá as eleições presidenciais de 2022?

2.0%
0%
0%
0%
2.0%
86.0%
0%
8.0%
2.0%
0%
0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp