06/07/2020 às 17h39min - Atualizada em 06/07/2020 às 17h39min

Em Santa Catarina, Ministro da Infraestrutura reafirma que obras da BR-285 serão concluídas ainda este ano

Ricardo Botelho/MInfra - 87 News
O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, assinou na manhã desta segunda-feira (06), em Jaguaruna, o contrato de concessão da rodovia BR/101/SC (Paulo Lopes-Divisa/RS) com a operadora Concessionária Catarinense de Rodovias (CCR). O trecho concedido tem 220,4 km e contará com investimentos de R$ 7,4 bilhões. 

Acompanhado do coordenador do Fórum Parlamentar Catarinense, deputado federal Daniel Freitas, da vice-governadora Daniela Reinehr e de outros parlamentares, o ministro realizou uma visita técnica às obras de implantação e pavimentação da BR-285/SC, no trecho 49, em Timbé do Sul, onde o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) é o responsável pelas melhorias.

O projeto de implantação e pavimentação da BR-285/RS/SC compreende 30,4 km de obras entre os estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. No Lote 1, em São José dos Ausentes, na Serra Gaúcha, são 8,3 km de traçado independente do trecho existente. Já o Lote 2, em Timbé do Sul, onde foi realizada a visita técnica, conta com 22 km, incluindo a construção de duas pontes e quatro viadutos, a implantação de um contorno na área urbana do município e a pavimentação da Serra da Rocinha. “Os trabalhos estão bem avançados e até dezembro deste ano devemos estar entregando as obras prontas, que trarão mais segurança e agilidade para quem utiliza a estrada”, disse o ministro.

Segundo Daniel Freitas, coordenador da bancada catarinense, desenvolver as obras de infraestrutura nas rodovias federais são umas das principais prioridades do Estado. “Tenho certeza de que os parlamentares, unidos, irão contribuir para que essas metas sejam atingidas, e que o mais rápido possível tenhamos as nossas rodovias em melhores condições. Sobre a BR-101, cansamos de ser o zero e passamos a ser um Estado enxergado pelo Governo Bolsonaro. Nosso muito obrigado ao presidente, por tudo o que Santa Catarina vem recebendo", agradeceu o parlamentar.

A BR-285 tem 744,3 km de extensão entre Araranguá (SC) e São Borja (RS), na fronteira com a Argentina, onde se conecta com a Ruta Nacional 14 através da Ponte Internacional sobre o Rio Uruguai. A rodovia tem entre suas principais funções proporcionar mobilidade ao tráfego de longa distância, além de promover a ligação de municípios da região norte gaúcha e do extremo sul catarinense. A rodovia trará ainda outros benefícios como a expansão econômica da região, o crescimento da atividade turística e a criação de um novo corredor para o escoamento da produção agrícola.

BR-101 - O contrato assinado com a CCR terá duração de 30 anos. As obras previstas para serem executadas dentro de período de concessão são: implantação de faixas adicionais (98 km), implantação de vias marginais (70 km), implantação de passarelas, rotatórias, dispositivos em desnível, adequação de acessos, canalização de fluxos de tráfego e outras medidas mitigadoras referentes à segurança da rodovia, principalmente no que diz respeito aos conflitos frontais nas entradas e saídas das vias marginais. A estimativa é de gerar mais de 1.000 empregos diretos e cerca de 500 empregos indiretos.

Foram definidos quatro pontos na rodovia para instalação das praças de pedágio. Serão nos municípios de Laguna, Tubarão, Araranguá e São João do Sul. A tarifa ofertada pela licitante vencedora no leilão foi de R$ 1,97012 (data-base de agosto de 2019), o que representou um deságio de 62,04% em relação à tarifa-teto definida no edital de concessão. “Quando entregamos uma concessão, estamos entregando serviços à sociedade. Todo o nosso trabalho é focado na excelência da prestação de serviços. Esses e outros investimentos serão a mola propulsora do desenvolvimento nacional. E a crise não vai parar nosso programa de concessões”, declarou o ministro durante a cerimônia de assinatura.

 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Qual candidato você acredita que vencerá as eleições presidenciais de 2022?

2.0%
0%
0%
0%
2.0%
86.0%
0%
8.0%
2.0%
0%
0%
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp