10/06/2020 às 12h34min - Atualizada em 10/06/2020 às 12h34min

Corpus Christi: sem aglomeração e sem tapetes

Neste ano, uma das celebrações mais importantes da Igreja Católica será com quantidade mínima de fiéis e sem as tradicionais procissões

- 87 News
TNSUL
 

Católicos de toda a região celebrarão de uma forma diferente o dia de Corpus Christi neste ano. A data que está entre uma das mais importantes para os cristãos católicos será com a presença reduzida de fiéis e sem atos devocionais tradicionais, como a confecção de tapetes no entorno dos templos religiosos.

O termo em latim, Corpus Christi, traduzido para a língua portuguesa, significa o corpo de Cristo e essa data visa homenagear e celebrar a presença de Jesus na Eucaristia, popularmente chamada de hóstia, e acontece depois de 60 dias da Páscoa, em uma quinta-feira, que recorda o dia em que foi instituída a Eucaristia.

Porém, toda essa memória criada no início do século XIII, que se mantém viva até os dias atuais, neste ano será diferenciada. O motivo é a pandemia do novo coronavírus.

Como é um evento litúrgico que atrai muitas pessoas e pode causar aglomerações, o bispo da Diocese de Criciúma, Dom Jacinto Inácio Flach, encaminhou orientação para as mais de 30 paróquias de seu território pastoral.  “Orientamos que nas paróquias seja promovido no dia de Corpus Christi, horas de adoração ao Santíssimo Sacramento, seja na Igreja Matriz como também nas igrejas das comunidades. Além disso, pedimos aos párocos que após a missa, os padres façam de forma breve uma pequena procissão com o Santíssimo Sacramento dentro da igreja”, falou.

Conforme o epíscopo, a eucaristia pode em carro aberto percorrer as ruas das cidades, já que essa é a única data em que Jesus Sacramentado sai do templo.

“Achamos válido que com a carreata, toda a cidade fique sabendo o trajeto que Jesus percorrerá”, afirmou.

De acordo com Dom Jacinto, o momento é de união. “Exortamos que além da ação ao Cristo, nossas paróquias possam promover gestos solidários, motivando os fiéis a doarem alimentos, cobertores e outros materiais que possam ser distribuídos às famílias empobrecidas”, enfatizou.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://87news.com.br/.

Audiência Pública para discutir o binário de Cocal do Sul: você é a favor ou contra?

57.4%
42.6%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp