19/12/2019 às 09h52min - Atualizada em 19/12/2019 às 09h52min

Sul-Cocalense é destaque mundial no Vôlei Master

Maria Luiza da Rolt - 87 News
Contrariando uma tendência mundial, que pede jogadores cada vez mais altos, o levantador Ranielly Francisco dos Santos, de Cocal do Sul, 1,68 m, é um destaque nacional no Vôlei Master.

O Sul-Cocalense é titular da equipe SCPR, de Joinville, que só neste ano conquistou importantes campeonatos amadores no Brasil e no exterior. A equipe disputou em julho, em Portugal, o Campeonato AMB World Volleyball Master e sagrou-se campeã mundial invicta na categoria 35 anos. Na competição haviam 57 equipes representantes de 12 países entre várias categorias. Em outubro, em Blumenau, o destaque foi pelo vice-campeonato catarinense no Voleibol Máster. E a mais recente vitória, foi o honroso terceiro lugar no Campeonato Brasileiro Máster, em Saquarema, no Rio de Janeiro, onde 15 equipes disputaram.  A SCPR foi derrotada no set desempate pela equipe campeã com quatro ex-atletas profissionais da superliga.

“Sem a menor dúvida a principal conquista foi o campeonato mundial em Portugal. Uma experiência formidável de representar o nosso país com um time 100% amador e voltar campeão”, lembra com orgulho Ranielly.

Para o levantador tamanho não é documento e a cada competição procura superar a diferença de estatura com impulsão e habilidade no esporte de gigantes.

“Meu maior desafio pessoal é ter que provar sempre que mesmo com uma estatura baixa para a modalidade, ainda posso ser competitivo. Minha maior alegria são as amizades que o esporte proporciona e o exemplo que estou passando ao meu filho. O voleibol não é só um hobby para mim, é uma necessidade de viver bem”, relata o jogador.

O voleibol na vida do levantador é uma paixão antiga, pratica desde os 15 anos com determinação. Nesta época foi campeão regional dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina pelos municípios de Morro da Fumaça e Cocal do Sul. Nos últimos anos, participou de dezenas de competições em nível estadual e nacional.

“A modalidade do voleibol tem aumentado o número de praticantes, mas ainda falta muito incentivo e apoio aos atletas amadores que, além de realizar campanhas para conseguir patrocinadores, tem que muitas vezes tirar dinheiro do próprio bolso para disputar essas competições”, avalia Ranielly.

Ranielly tem 43 anos, é filho de Romildo Francisco dos Santos e Marlene Francisco dos Santos.  Viveu em Cocal do Sul até os 17 anos, quando foi estudar fora. Hoje mora em Joinville devido sua profissão, porém sempre que pode regressa a Cocal do Sul para rever amigos e familiares.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você concorda que prefeitos, vices, secretários e vereadores dos municípios da região reduzam os seus salários em 30% em decorrência do coronavírus e destinar esse valor para a área da saúde local?

78.8%
21.2%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp