26/03/2021 às 08h56min - Atualizada em 26/03/2021 às 08h56min

Governador reforça hospitais no Extremo Sul com mais 30 leitos de UTI

- 87 News
Governo SC
 

O Vale do Araranguá terá mais 30 leitos de terapia intensiva nos próximos dias. Vinte novos leitos serão implantados no Hospital Regional de Araranguá (HRA) e outros 10 serão abertos no Dom Joaquim, de Sombrio. O reforço na estrutura hospitalar do Extremo Sul foi determinado pelo governador Carlos Moisés, que fez os anúncios na tarde desta quinta-feira, 25, durante agenda de trabalho nos dois municípios.

"Avançando na oferta de leitos, vamos atender mais pessoas e enfrentar essa crise que se agrava em todo o Brasil. Os nossos esforços estão focados em conter a propagação da Covid-19 para proteger a vida, garantir segurança e o convívio seguro. O momento pede união e solidariedade. É uma doença não individual, mas da sociedade. Vamos vencer e, tenho certeza, seremos uma referência de atendimento e socorro para as demais unidades da federação no Brasil", afirma Carlos Moisés.

Em Sombrio, num ato na Câmara Municipal, o governador oficializou o repasse de R$ 1,5 milhão para a implantação de 10 leitos de UTI no Hospital Dom Joaquim. Em seguida, no Center Shopping Araranguá, Carlos Moisés anunciou a habilitação de mais 20 leitos de terapia intensiva no HRA, chegando a 40 no total. A Associação dos Municípios do Extremo Sul (Amesc) garantiu 10 ventiladores mecânicos para auxiliar nessa ampliação. Todos os novos leitos serão custeados pelo Governo do Estado.

>>> Mais fotos na galeria 


Anúncio de 20 leitos novos de UTI para o Hospital Regional, em Araranguá - Foto: Perterson Paul / Secom

Nesta semana, o governador esteve em Brasília para solicitar ao Ministério da Saúde mais doses de vacina contra a Covid-19 para acelerar a imunização, além de equipamentos e insumos para dar continuidade ao fortalecimento da estrutura hospitalar catarinense. Os compromissos no Sul foram os primeiros após a agenda na Capital Federal.

Sul de SC passou de 70 para 166 leitos

Desde o início da pandemia, o Governo do Estado mais que dobrou o número de leitos de UTI adulto no Sul de Santa Catarina. O número passou de 70 para 166, sem contar os anunciados nesta quinta-feira.

De acordo com o secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, o reforço na estrutura hospitalar é a melhor estratégia, uma vez que possibilitará a manutenção dos serviços mesmo após a pandemia. "Aqui temos um exemplo muito claro do que é proposto pelo governo, para a união de esforços de todos, para que possamos entregar ofertas e serviços em saúde em quantidade e qualidade para nossa população aqui do município, da região e também do estado. Precisamos fazer mais e melhor e esse é o momento diante do cenário que nos foi imposto", destacou.

As lideranças regionais do Vale do Araranguá valorizaram o empenho de Carlos Moisés na viabilização de mais leitos para a região desde o início da pandemia e as parcerias com os municípios. "Houve um esforço muito grande de todos os prefeitos para participar com aporte para que respiradores sejam colocados nos novos leitos em funcionamento. Esta parceria é importante para que a gente consiga resolver a situação definitivamente", afirmou o prefeito de Araranguá, Hélio Cesa.

Avaliação semelhante fez a prefeita de Sombrio, Gislaine Dias da Cunha. “Os leitos de UTI vão dar mais segurança e condições de vida a toda população do nosso município e região. Era uma demanda muito aguardada. Só temos a agradecer”, afirmou. 

Nos dois municípios, os atos seguiram os protocolos sanitários para evitar aglomerações. Participaram das cerimônias os deputados estaduais José Milton Scheffer, Volnei Weber e Felipe Estevão, diretora do Hospital Dom Joaquim, Marielle Dassoler e o diretor do HRA, Rafael Cassiano Bonfada, o prefeito de São João do Sul e presidente da Amesc, Moacir Teixeira, vereadores e outras lideranças do Vale.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://87news.com.br/.

Audiência Pública para discutir o binário de Cocal do Sul: você é a favor ou contra?

57.6%
42.4%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp