07/12/2020 às 15h48min - Atualizada em 08/12/2020 às 04h20min

Derrubada de veto presidencial sobre folha de pagamento evitou demissão em massa

Luiz Carlos Motta (PL-SP), apoiador dos interesses trabalhadores, votou pela derrubada do veto que atinge mais de seis milhões de empregados

DINO
https://www.camara.leg.br/deputados/204485


O Congresso Nacional derrubou, no mês passado, veto do presidente Jair Bolsonaro sobre à desobrigação da folha de pagamento em 17 setores da economia, nas áreas de comunicação, tecnologia, transporte coletivo, construção civil e têxtil. 
 
A medida foi incluída em um projeto emergencial de manutenção de empregos e permite que as empresas paguem alíquotas de 1% a 4,5% ao invés de 20% sobre a folha de salários. Companhias argumentam que o fim da desoneração, em um momento de crise, geraria demissões em massa. 
 
Com 430 votos a favor e 33 contra, a lei estabelece a prorrogação da desoneração até 31 de dezembro de 2021. Motta afirma que "neste momento de incertezas na economia e o fechamento de milhares de postos de trabalho, a prorrogação da desoneração da folha de pagamento é fundamental para a manutenção de empregos”.
 
Centrais sindicais e associações dos setores contemplados organizaram vários protestos pela derrubada do veto presidencial na Avenida Paulista, além da derrubada do veto, os grupos pedem prorrogação do auxílio emergencial e o aumento do benefício. 


Website: https://www.camara.leg.br/deputados/204485
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://87news.com.br/.

Audiência Pública para discutir o binário de Cocal do Sul: você é a favor ou contra?

57.4%
42.6%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp