10/08/2020 às 13h50min - Atualizada em 10/08/2020 às 13h50min

Em profunda crise, Globo perde direito de transmissão da Libertadores

- 87 News
R7

A Globo rescindiu o contrato que garantia à emissora o direito de transmitir a Libertadores da América. Conforme noticiado nos principais portais e notícias do Brasil, a emissora carioca teria implado para que a Conmebol reduzisse os valores cobrados em contrato de exclusividade e teria ouvido um sonoro “não”.

Sem dinheiro em função do corte de grande parte da publicidade do Governo Federal, que durante anos encheu os cofres da emissora, e com a redução no faturamento da publicidade privada em consequência da Pandemia, a Globo jogou a toalha e solicitou a recisão do contrato que duraria até 2022.

Os sinais da crise começaram a ficar mais evidentes no ano passado, quando a Globo demitiu mais de 100 profissionais. Contratos de longa data com “medalhões” da televisão também não foram renovados, deixando fora do plim-plim artistas como Renato Aragão, Vera Fischer, Jô Soares, Miguel Falabella, Stênio Garcia, Zeca Camargo, Renato Aragão, Malu Mader, Otaviano Costa, Maria Fernanda Cândido, Leandro Hassun, Malvino Salvador, José de Abreu, Bruno Gagliasso, Bianca Bin, Rafa Brites, Lair Rennó, Aguinaldo Silva, Cininha de Paula e outros.

A Globo já teria aavisado à Fifa que não iria manter o pagamento combinado de nove parcelas de 90 milhões de dólares, cerca de R$ 478 milhões, cada. Em um total de 810 milhões de dólares, cerca de R$ 4,3 bilhões, pela Copa do Mundo do Qatar.

 


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você acredita que o eleitor está mais consciente para votar nestas eleições?

24.2%
74.2%
1.5%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp