05/05/2020 às 14h27min - Atualizada em 05/05/2020 às 14h42min

Como a crise da Covid-19 pode acelerar ainda mais a Transformação Digital

Certamente, tudo que o mundo está passando e o momento após a Covid-19 pressionará indivíduos e empresas a tentarem uma rápida busca pela reversão da curva abrupta que pode levar muitos ao pior “vale” da história. Sob a atual circunstância, em muitos casos, estaremos diante da “sobrevivência corporativa”. Diante deste cenário, a Transformação Digital e a Inovação serão protagonistas e estarão ainda mais presentes nessa reversão da curva.

DINO
http://www.bipbrasil.com.br


Certamente, o que o mundo está passando e o momento após a Covid-19 pressionará indivíduos e empresas a tentarem uma rápida busca pela reversão da curva abrupta que pode levar muitos ao pior “vale” da história.

Sob a atual circunstância, em muitos casos, se está diante da “sobrevivência corporativa”. Porém, dizem que a necessidade é a mãe da invenção, e quando a vida está em risco, os profissionais sentem-se ainda mais preparados para agir rapidamente e se reinventarem.

Nesse cenário, não há dúvidas de que a Transformação Digital e a Inovação serão protagonistas e estarão ainda mais presentes nessa reversão da curva.

Para isso, existem algumas apostas em termos de formas, conceitos e novas tecnologias que poderão ser protagonistas quando tudo isso passar:

Trabalho remoto

O momento atual força a manter o distanciamento social e trabalhar em casa. E essa nova realidade tem mostrado que, através da disciplina, é possível ser produtivo trabalhando remotamente.

Mesmo as empresas “pouco digitalizadas” ou “descrentes com as tecnologias” precisam intensificar o uso de videoconferência, compartilhamento de documentos, soluções em nuvem, entre outras ações, para manter suas operações em plena execução.

Metodologia ágeis

Essa é uma tendência que vem ganhando muita força no ambiente corporativo. As metodologias ágeis promovem uma melhor interação entre as áreas de tecnologia e negócio e trazem um empoderamento muito forte às equipes de trabalho. Além disso, também disciplinam a forma de trabalhar, pois se notabilizam por rituais claros, rápidos e pautados sempre em decisões coletivas.

Líderes como mentores e não chefes

A atuação do líder como um mentor em direção aos desafios e ao desenvolvimento do indivíduo é a única forma de estabelecer vínculos e fortalecer as relações. Líderes que não acreditam nesses conceitos, definitivamente, não liderarão suas equipes em direção a reversão da curva citada no início do texto.

Otimização de processos através de tecnologias de rápida implantação

O já bem propagado conceito de Centro de Excelência de RPA (Robotic Process Automation)- que visa a formação em escala de pessoas que possam programar utilizando-se dessa prática e a automatização das demandas de acordo com a necessidade da organização -, é sem dúvidas uma forma de ganhar rápida eficiência e formar os colaboradores em novas habilidades.

Modelos preditivos

De todos os itens citados aqui, este é, talvez, o que mais tem movido as organizações nos últimos anos. A Implantação sempre esbarra na estruturação de dados e na falta de conhecimento em modelos aplicados.

A necessidade de uma maior assertividade nas decisões, certamente, irá acelerar ainda mais esse movimento e obrigará as lideranças a romper barreiras e justificativas que vêm retardando a propagação desse conceito tão essencial para o mundo contemporâneo dos negócios. Automaticamente, escala-se também os conceitos que irão moldar as organizações em futuro bem próximo: a Inteligência Artificial e o Aprendizado de Máquina.

Parcerias estratégicas com os gigantes detentores de tecnologia

Em muitos casos, essas soluções incorporam o IoT , maximizando a coleta de dados e a capacidade de armazenamento e processamento e fornecendo uma plataforma de algoritmos e aplicações para tomada de decisões e ações. Essas plataformas aliam a “democratização” do acesso à tecnologia de ponta a um ambiente controlado de desenvolvimento, algo tão exigido pelas grandes organizações.

Certamente, esse momento irá acelerar a prática do compartilhamento de tecnologia x conhecimento aplicado em busca dos resultados necessários.

Implantação de novas tecnologias utilizando o Ecossistema de Inovação

Os ecossistemas de inovação, cada vez mais globais, através de universidades, centro de pesquisas, incubadoras, aceleradoras e toda uma estrutura de capital de risco, podem trazer liquidez e dar tração.

Os programas de Open innovation e Corporate Ventures, que viabilizam essa integração e que são práticas já testadas no mercado, tendem a ganhar ainda mais força a partir de agora.

Intraempreendedorismo

Há uma grande expectativa desse conceito decolar a partir de agora, diante da possibilidade de redução do tamanho das empresas e do desejo cada vez mais latente das pessoas em empreender.

Não existe ferramenta mais poderosa de retenção dos talentos do que criar um ambiente que estimule os colaboradores a empreender.

Segurança da Informação

Sem dúvida alguma, a transformação digital e boa parte dos temas discutidos aqui, tornaram esse tema um dos mais prioritários dos CIOs nos últimos anos. Um outro acelerador da Segurança da Informação no Brasil tem sido a necessidade de adequação das empresas a nova Lei Geral de Proteção de Dados, que entrará em vigor em agosto desse ano. Certamente, será necessário que os C-levels invistam mais nesse tema.

Blockchain

O Blockchain, como principal tecnologia de infraestrutura digital, se beneficiará das empresas que utilizarem cada vez mais soluções digitais, principalmente neste momento de crise.

China e Coréia do Sul, por exemplo, já estão usando aplicativos para smartphone com o intuito monitorar pessoas com o vírus. Essas tecnologias incluem desde rastreamento de geolocalização, até sistemas de reconhecimento facial, que podem analisar fotos para determinar quem esteve em contato com indivíduos que testaram positivo para a Covid-19. No entanto, essas ferramentas de vigilância aumentam os limites de privacidade, e é por isso que os usuários podem se opor à inscrição.

A mensagem principal deste texto é trazer genuinamente a visão positiva desse período. Além de sair mais fortes como seres humanos e mais unidos como grupo, a atual crise pode dar um impulso maciço em direção à Transformação Digital e Cultural.

 

Autor: Flávio Menezes, sócio da Bip Brasil

A Bip é uma consultoria internacional, presente no Brasil desde 2007, que atua em projetos estratégicos e de transformação para grandes empresas com destaque para varejo, bens de consumo, serviços financeiros e telecom.

Fundada em 2003, na Itália, possui mais de 2700 profissionais, com projetos em mais de 40 países e 12 escritórios em países da Europa, América e Oriente Médio.

Leia mais em: bipbrasil.com.br



Website: http://www.bipbrasil.com.br
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://87news.com.br/.

Audiência Pública para discutir o binário de Cocal do Sul: você é a favor ou contra?

57.6%
42.4%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp