26/06/2019 às 11h22min - Atualizada em 26/06/2019 às 11h22min

Crash Team Racing é o retorno triunfal do clássico jogo de corrida

Famoso game lançado originalmente para o PSOne aposta em gráficos atuais e jogabilidade melhorada

Gustavo Silva
TECHTUDO
Crash Team Racing Nitro-Fueled é o retorno do famoso clássico do PSOne, agora relançado para PS4, Xbox One e Nintendo Switch. Nele, os jogadores encaram divertidas corridas, no melhor estilo Mario Kart, controlando o famoso marsupial ou outros personagens da franquia. Confira o review:

Remasterização de qualidade

A moda da remasterização não é uma exclusividade da atual geração de consoles. Mas, no atual período, ela se mantém como uma moda onde praticamente todas as empresas de jogos reviveram algum título seu do passado para a geração atual. Entretanto, não vou entrar na discussão do quanto isso é feito apenas visando o lucro ou o não, uma vez que em alguns casos essa mesma remasterização deixa a desejar.

A verdade é que poucas desenvolvedoras conseguem reproduzir algo com tamanha maestria como a Activision vem se destacando nesse fundamento. A empresa apresentou recentemente uma reformulação de duas coletâneas de clássicos: Crash Bandicoot e Spyro: The Dragon. Notem: não foi apenas UM jogo, mas sim uma trilogia totalmente refeita com gráficos remasterizados e jogabilidade melhorada.

Diante de tamanha eficiência com os títulos citados, é normal que Crash Team Racing tenha elevado o hype. A expectativa foi alcançada, e mais uma vez temos um game que passa a impressão de ser um trabalho totalmente novo. E para um jogador mais antigo como eu, é uma sensação única reviver um clássico do PSOne com aquele cheirinho de plástico novo quando retirado.


Gráficos repaginados

Obviamente, a primeira coisa a se notar tamanha melhoria é referente aos gráficos do jogo. Crash Team Racing Nitro-Fueled traz uma cara nova, sem perder sua essência é como se você tivesse dado um belo banho e polimento naquele seu carro dos anos 90 que acumulava poeira na garagem.

O jogo traz um ambiente mais rico, com elementos com mais detalhes que chegam a passar uma sensação de interação com o jogador. O mesmo vale para os personagens, que trazem mais detalhes e não são um amontoado de polígonos com cotovelos espetados. Curiosamente, o jogo traz como uma das skins o visual "retro" do PSOne com esses gráficos datados que darei mais detalhes ao longo do texto.

Por fim, há toda uma reformulação também nas animações. Vale lembrar que era comum na época cenas de computação gráficas com um visual bem diferente do que os elementos do game rolando. Com essa remasterização, tudo parece muito similar fazendo com que esses momentos não fiquem tão diferenciados e destoantes uns dos outros.


Jogabilidade com melhorias, mas ainda arcaica

Não foram só os gráficos que receberam upgrade na nova versão. A jogabilidade também obteve melhorias, principalmente no que diz respeito à velocidade que o jogo roda. Se no PSOne era uma ilusão sonhar que ele iria alcançar os 60 frames por segundo, nos consoles atuais, essa é a frequência com que ele funciona.

Os testes no PS4 Pro mostraram um game rodando de forma suave, mesmo com muitos elementos na tela, o que normalmente acarretaria em quedas de FPS. O jogo também traz um controle um pouco mais suave do que na versão original, é possível notar isso em manobras para alcançar letras escondidas ou até mesmo atalhos no cenário. Entretanto, quando comparado com jogos mais atuais, é possível dizer que eles são um pouco duros para o padrão dessa geração.


Para os marinheiro de primeira viagem é bom ficarem por dentro de algumas particularidades do game. O jogo traz um botão de pulo que, quando o kart atinge grande alturas, faz com que uma barra de turbo seja preenchida. Portanto, é preciso ficar de olho no movimento, mesmo que este seja um tanto estranho.

O mesmo vale para o famoso Drift. Com a manobra de "derrapagem" é possível ter um controle melhor do carro e também ganhar uma vantagem em relação à velocidade. Porém, na prática, o movimento é duro demais e requer uma boa dose de treino para que seja efetuado.

Modo de personalização e multiplayer online

A grande novidade de Crash Team Racing Nitro-Fueled é a possibilidade de personalizar carros e personagens. Além dos modelos clássicos nos quais eu citei mais acima, é possível jogar com diversas versões de Crash e outros personagens. Entretanto, todas essas mudanças ficam apenas na parte estética e não é possível levar vantagem com alguma modificação.


Outra novidade é o modo multiplayer online. Como na época do PSOne, jogar pela internet contra outros adversários era um sonho distante, agora é possível reunir amigos e desconhecidos em partidas divertidas através de diversos modos, desde a corrida tradicional, até pequenas competições. Nos testes, não percebi nenhum problema de latência, o que ajuda ainda mais na diversão compartilhada
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você acredita que o eleitor está mais consciente para votar nestas eleições?

24.2%
74.2%
1.5%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp