01/10/2019 às 11h27min - Atualizada em 01/10/2019 às 11h27min

DE SAINT-EXUPÉRY A ZÉ PERRI: O PASSADO DO ESCRITOR DE "PEQUENO PRÍNCÍPE" NO SUL DO BRASIL

Autor do Pequeno Princípe viveu aventuras no Sul do Brasil

- 87 News
Hangar 33

Poucos sabem, mas o aviador francês Antoine de Saint-Exupéry, autor mundialmente conhecido pela obra “O Pequeno Príncipe”, viveu aventuras pelo Brasil como piloto de aviões.

Entre os anos de 1928 e 1930, ele foi deslocado pela companhia aérea francesa Aéropostale para trabalhar em Buenos Aires e operou escalas no sul do país.

A empresa para qual trabalhava, atual Air France, foi a primeira a fazer a distribuição de cartas por avião da Europa para América do Sul. A companhia tinha 28 cidades-escalas nos três continentes. Destas, 11 estavam em solo nacional, entre elas a de Pelotas (RS), Porto Alegre (RS) e a do Campeche, em Florianópolis (SC).

Segundo registros, em suas paradas pela capital de Santa Catarina, o piloto-escritor teria desenvolvido uma grande relação de amizade com os moradores – chegando a citar suas experiências no livro “Voo Noturno”. Seu sobrenome de difícil pronúncia teria lhe rendido por lá, no entanto, o apelido de “Zé Perri” – um nome que ainda hoje faz parte da história e do imaginário da população local.

No bairro Campeche, onde a principal avenida se chama “Pequeno Príncipe”, ainda se encontra preservado o terreno que foi o aeródromo da empresa postal francesa. Também no local está de pé a Casa de Pilotos, área que os moradores acabaram por designar “popote” (do francês “refeição”, palavra que muito ouviam dos pilotos e mecânicos).

Antiga Casa dos Pilotos, atual “Casarão Zeperri” | Imagem: Reprodução ClicRbs

Atrás do antigo campo de pouso, também ainda se encontra o “Morro do Lampião”, assim chamado porque os pescadores o escalavam a fim de acender lampiões que norteassem os pousos dos franceses à noite.

Há ainda uma pousada na praia do Campeche que leva o nome abrasileirado do autor, a Pousada Zeperri, onde se situa uma exposição permanente sobre a atuação da Aéropostale no Brasil e no mundo.

Para divulgar e conservar este curioso passado,  foi criado também o projeto “De Saint-Exupéry  a Zeperri, que inclui programas de recuperação dos locais históricos e também um documentário sobre o famoso escritor e aviador. Mostras itinerantes com o material procuram  garantir a permanência desta memória junto as próximas gerações.

Imagem: Reprodução Zeperri.org

O francês Saint-Exupéry, que também era piloto militar, desapareceu quando sobrevoava o Atlântico numa missão de reconhecimento, em 1944. Sua biografia e outros projetos relacionados ao piloto e escritor estão disponíveis pelo site oficial “Succession Saint-Exupéry”.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://87news.com.br/.

Audiência Pública para discutir o binário de Cocal do Sul: você é a favor ou contra?

57.4%
42.6%
Moeda Valor
Servidor Indisponível ...
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp