03/02/2022 às 15h52min - Atualizada em 06/02/2022 às 00h00min

Trair e ser traído. Um assunto que rende muita conversa

Livro-caixinha elaborado por psicólogas especialistas em casais trazem questões que ajudam a elaborar a traição

SALA DA NOTÍCIA Circular Comunicação
Trair o(a) parceiro(a) em um relacionamento amoroso é um assunto difícil de se abordar. Cheio de espinhos, preconceitos, julgamentos. Pois a Matrix Editora resolveu encarar o desafio de frente e lançou o livro-caixinha® Vamos falar sobre traição (R$ 43,00). São 100 perguntas elaboradas pelas psicólogas Denise Miranda de Figueiredo e Marina Simas de Lima que levam a uma reflexão importante sobre os motivos e consequências da traição – para si mesmo e para o outro.

As perguntas foram elaboradas com o intuito de ajudar os casais a encarar a traição, compreender a dor que isso causa e buscar formas de trilhar novos caminhos, com o intuito de restabelecer a confiança e o equilíbrio nas relações.

Alguns exemplos:

- Separações fruto de traições trazem consequências diferentes de outros motivos que levam à separação?

- Você diria que quem trai é o vilão e quem é traído é a vítima? Comente.

- Você acha que a insatisfação na relação leva à traição?

- Na sua visão, por que as pessoas traem seus parceiros?


Sobre as autoras

Denise Miranda de Figueiredo
Doutora em em Psicologia Clínica - PUC/SP, Pós Doutorando – UNIFESP, mestre em Psicologia Social - PUC/SP, especialista em Psicodrama e Sociodrama, especialista em Terapia de Casal e Família. Cofundadora do Instituto do Casal.

Marina Simas de Lima
Doutoranda pela UNiFESP e mestre em Psicologia Clínica pela PUC-SP; especialista pelo CRP em psicologia clínica em psicologia organizacional; especialista em sexualidade humana Faculdade de Medicina da USP e especialista em terapia de casal e família pela PUC-SP. Certificada internacionalmente em práticas colaborativas e dialógicas Instituto Galveston e Houston e Instituto Taos e formanda em EMDR – Dessensibilização e reprocessamento por meio do movimento ocular para Associação Internacional de EMDR.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? Fale conosco pelo Whatsapp